O que é solidão crônica?

Solidão crônica…Será que possuo os sintomas e os desconheço? Todos nós em algum momento de nossas vidas nos sentimos solitários e isolados emocionalmente falando. Mas o que não percebemos que esta sensações dolorosas de que ninguém se importa conosco, ou que somos invisíveis. E chega a um ponto de exaustão que se expressa através do codinome de dor social, o ISOLAMENTO. Uma pessoa com solidão crônica anseia conectar-se fortemente com pessoas, mas acredita que raramente conseguirá…

O que é solidão crônica?

É um efeito colateral de depressão e ansiedade que se conseguiu controlar completamente ao longo de anos. Mas que veio a aflorar fortemente  depois de um momento atemporal. Culminando no isolamento da pessoa em si mesmo em detrimento das pessoas que a rodeiam e de seu convívio social.

Embora estejamos atualmente rodeados de tecnologia que nos conectam com pessoas de vários países, regiões, línguas  e nacionalidades, sentimos que não basta! As mídias sociais nos rodeiam com uma infinidade de pessoas, facilitando o contato com pessoas que importam. Mas infelizmente  encontramos uma realidade singular…40 – 50 % das pessoas se sentem sozinhas.

 

A solidão emocional

“A solidão é uma resposta emocional complexa e geralmente desagradável ao isolamento . Ela geralmente inclui sentimentos ansiosos sobre a falta de conexão ou comunicação com outros seres. Tanto no presente quanto no futuro. Como tal, a solidão pode ser sentida mesmo quando cercada por outras pessoas. As causas da solidão são variadas e incluem fatores sociais, mentais, emocionais e físicos. ( Patrick, William)”

William Patrick é um editor, um médico de livro e um escritor de fantasmas, e o co-autor da Solidão: Natureza Humana e a Necessidade de Conexão Social .

Algumas pessoas mesmo as casadas, que vivem em meio a um intensa atividade no trabalho que o levem a se relacionar com outras pessoas. Mesmo depois de uma saída para um estar com amigos, a pessoa se sente solitária.

Sintomas de solidão crônica.

Foto: Symptoms of the Chronic Loneliness

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *