Encerramento de sucot, Hoshana raba!

Encerramento de sucot, durante o mês de elul, a cada dia oramos   diariamente o Salmo de Davi, HaShem Ori, Tehilin 27, e no enceramento oramos pela última vez. Costuma-se passar a noite acordado, estudando o “ticun ”dedicado a este dia.

O Salmo L’David Hashem Ori, que tem sido acrescentado à nossa prece diária desde 1º de Elul, é recitado nesta data pela última vez.

L’David Hashem Ori

1. Hashem é minha luz e minha salvação. A quem devo ter medo? Hashem é a força da minha vida. De quem devo ter medo?

Adonai ori veyish’i mimi ira, Adonai maoz chaiai mii efchad.

2. Se os malévolos, meus inimigos e meus adversários vieram sobre mim para comer minha carne, tropeçaram e caíram.

Bicrov alai mereim leechol et bessari, tsarai veoievai li, hema chashelú venafálu.

3. Embora um exército acampe contra mim, meu coração não temerá; embora a guerra se levante contra mim, mesmo assim ficarei confiante.

Im tachane alai machane lo yira libi, im tacum alai milchama bezot ani votêach.

4. Um anseio manifestei de  Hashem, e  sua realização buscarei – que eu habite em Sua morada por todos os dias de minha vida, afim de poder contemplar  a beleza de Hashem, e venerar em Seu templo.

Achat shaálti meet Adonai, ata avakesh, shivit bevet Adonai col iemê chaiai, lachazot benôam Adonai ulvker behechalo.

5. Pois, no tempo da angústia, ele me esconderá em Sukkoh (Seu pavilhão); Sob a capa da sua tenda ele me esconde; Ele me colocará sobre uma rocha.

Ki yitspenêni bessuco beiom raá, iastirêni besseter aholo, betsur ieromemêni.

6. E agora minha cabeça será levantada acima dos meus inimigos ao meu redor; Portanto, oferecerei na Sua tenda sacrifícios de alegria; Eu vou cantar, vou fazer música para Hashem.

Veata iarum roshi al aievai sevivotai, veezbechá veaholo zivchê terua, ashira vaazameraLaadonai.

7. Ouça, Hashem, quando eu choro com a minha voz; seja misericordioso comigo e me responda.

Shemá Adonai coli ecra, vechonêni vaanêni.

8. De Você, meu coração disseMeu coração compreendeu Teu mandamento- “Buscai a minha presença” – e Tua presença ele busca.

Lecha amar libi bakeshu fanai, et panêcha Adonai avakesh.

9. Não esconda o seu rosto de mim; não coloque o seu servo com raiva; Você foi minha ajuda; não me abandone nem me abandone, ó Deus da minha salvação.

Al Taster panêcha mimêni, al tat beaf avdêcha, ezrati hayita, al titeshêni veal taazvêni Elohê yish’i.

10. Pois meu pai e minha mãe me abandonaram, mas Adonai me acolheu.

Ki avi veimi azavúni, vadonai iaafêni.

11. Ensina-me Teus caminhos, Hashem, e guia-me pela vereda dos justos, e protege-me dos que me odeiam.

Horêni Adonai darkêcha, unchêni beôrach mishor lemáan shorerai.

12. Não permita que prevaleça contra mim o furor dos inimigos que caluniam e trilham as sendas da violência.

All titnê benéfesh tsarai, ki cámu vi êde shékerr  vifêach chamás.

13. Eles me fariam desesperar, não fora a minha fé perseverante de que alcançaria neste mundo a bondade do Eterno.

Lulê heemánti lir’ot betuv Adonai beérets chayim.

14. Confia  em Adonai! Assim, fortaleça-se-á teu coração por depositares no Eterno toda a tua esperança.

Cave el Adonai, chazac veiaamets libêcha, vecave el Adonai.

 

Encerramento de sucot, Hoshana raba!

Costumes do último dia de sucot

1-Ficamos acordados na noite de Hoshana Rabá

Recitar todo o Livro de Deuteronômio – o quinto livro da Torá, que expõe os preceitos do amor e reverência a D’us. Após a meia-noite, recita-se todo o Livro dos Salmos. Em algumas congregações, é costume do Gabai, o administrador da sinagoga, distribuir maçãs aos congregantes, como símbolo de um bom ano para todos. Levadas para casa, as frutas são mergulhadas no mel e comidas na Sucá.

2-Refeição festiva no almoço na sucá
Uma refeição festiva no almoço é feita na sucá. Mergulhamos o pão no mel, como fazemos em toda refeição festiva desde Rosh Hashaná, pela última vez. Também é a último momento que recitamos a bênção especial para comer na sucá. A instrução divina é de que devemos  habitar na sucá por apenas para sete dias.

  • …embora seja prática em algumas comunidades continuam a comer na sucá até oitavo dia, Shemini Atsêret.

…Encerramento de sucot

4-Rodear a bimá, a mesa de leitura da Tora na sinagoga
Se estiver em ticun, em leitura noturna da Torah, numa Sinagoga, é costume se rodear a mesa, com as aravot, as 4 espécies de sucot, que mais precisam de água para crescer.

 O costume baseia-se no fato de este ser o principal dia de julgamento do mundo, no ano que se inicia, com relação à água – essencial para a vida humana e demais seres vivos.”

Chatsot

À meia noite de Hoshaná Rabá, o julgamento é concluído e a chancela externa é selada. No Yom Kipur é  selada a chancela “interna” que é a principal e em Hoshaná Rabá, tendo sido finalizado o julgamento após a última  chancela, são lançados os mandados com a decisão do Tribunal de Justiça Celestial chamados de pitcaot – bilhetes.
Por isso, desejamos “ pitcá tavá ” uns aos outros (que você tenha um bom bilhete – os ashkenazim dizem “ a gut kvitl ”).
O Ben Ish Chay termina dizendo que embora os bilhetes tenham sido emitidos, ainda temos até Shemini Atsêret para tentar nos livrar de um veredicto desfavorável. Por isso, temos que refletir e despertar para a teshuvá e nos concentrar nela, mantendo este espírito durante todo o dia.
Antes de chatsot também se recita o Keriat Shemá al Hamitá (o Shemá de antes de dormir) mesmo que você não vá dormir, deixando de recita apenas a Berachá de Hamapil.

 

Kolel Rio

chabat.org-inglês

torah.org

 

Advertisements

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *