A celebração de Purin!

Purim , a celebração de Purin, inicia-se ao entardecer do dia 4 de março, mês de Adar e termina ao surgir a três estrelas no céu do dia 5, 14 do mês de Adar, março. Trata-se de uma festa que celebra o livramento da proposta do inimigo de apagar o nome e o povo do Eterno da face da Terra, no qual encontramos todo o enredo no maravilhoso e belíssimo  livro de Esther.

Purin, Pur no hebraico equivale a palavra sorteio, trazendo a memória o plano no mal, que lançando sortes através do maldoso Haman,Este era o método usado por Haman, o primeiro-ministro do Rei Achashverosh da Pérsia, para escolher a data na qual ele pretendia massacrar os judeus do país, onde  estipulou o aniquilamento do povo do S’nhor, onde a maldição fora transformada em bênção quando a sua vitória fora estabelecida pelo S’nhor quando tudo parecia perdido Adonai, mudou a sorte de seu povo escolhido, Israel, é por isso que celebramos com muita alegria e brincadeiras.

Purin do plural de פּוּר pûr, “sorteio” em hebraico, do acadiano pūru) é uma festa judaica que comemora a salvação dos judeus persas do plano de Hamã, para exterminá-los, no antigo Império Aquemênida tal como está escrito no Livro de Ester, um dos livros do Tanach.

O que é Megillat?

Em purin fazemos a leitura da Megillat Ester que  significa “revelar o oculto”. A palavra vem do verbo Megillah legalot = descobrir e Ester lehastir = ocultar ou esconder, e assim com o conhecimento do que está escondido dentro de nós, podemos conseguir realmente entender o mundo em que vivemos.

Dia da celebração de Purin

Purim em 2015- Começa ao entardecer de 4 de março de 2015; Termina ao anoitecer de 5 de marça de 2015;

Purim em 2016- Começa ao pôr do sol de Quarta-feira, 23 Março, 2016 Termina ao anoitecer de Quinta-feira, 24 Março, 2016. O trabalho deve ser evitado.

Ta’anit Esther – 23 Março, 2016;  Shushan Purim – 25 Março de 2016

 Na celebração …

Nos disfarçamos em Purin…

Em Purin nos escondemos atrás de um disfarce. A  Meguilá de Esther, sua história  se desenrola escondida  e nela encontra-se oculto o  Nome e o Eterno, mas revelado a todos o seu poder sobrenatural. Algumas considerações podemos fazer de acordo com a tradição e como celebramos:  E fala da  menina judia que sempre se escondeu  e que ao nascer no meio de seu povo recebeu o nome de Hadassah, mas que mais tarde por ocasião do concurso para saber quem seria a escolhida como esposa do Rei Assuero, Hadassah também escondeu seu nome, adotando um nome persa,  Esther, para esconder sua verdadeira identidade. E com este momento da sua história também encontramos o que os sábios explicam acerca do vinho nas festa e essa em especial que o vinho bebido “revela os segredos escondidos” dentro de cada uma pessoa e  que estão escondidos na alma judaica.

Jejum de Ester

 Ta’anit Esther- 23 mar 2016- Jejum de Ester.

Significado data: dia de jejum,  crianças do sexo masculino de Israel jejuam no dia de Purim.

O que fazer jejum Esther: jejum do amanhecer ao sair das estrelas; Momento especiais de oração.

Leitura da Meguilá

Deve-se ouvir duas vezes a leitura da Meguilá de Ester: uma na noite de Purim, e a outra pela manhã.
Mishlôach Manot
Envia-se alimentos a pelo menos um amigo no decorrer do dia de Purim que devem ser de duas espécies (fruta, massa e/ou bebida), prontos para consumo e entregues através de um mensageiro.
Matanot Laevyonim
Doa-se uma certa quantia em dinheiro para pelo menos dois carentes no decorrer do dia de Purim. Caso não se encontre ninguém nestas condições, a doação deve ser colocada em uma caixinha de tsedacá.
Refeição Festiva
Uma refeição festiva é realizada ainda durante o dia de Purim e deve conter pão, vinho e carne.

Amo tudo!

2 thoughts on “A celebração de Purin!

  1. Boa Tarde.
    Em primeiro lugar parabéns pelo site. Todas as duvidas quanto a Festas Judaicas eu venho aqui tirar as ninhas dúvidas.
    Gostaria de saber sobre a Festa de Purin, quanto a leitura da Meguilá de Ester. Todo o livro é lido? Ou as principais partes? Quais?
    Desde já muito obrigada.

    Vânia Maria

    • Shavua tov! Bom dia Vânia, obrigada pelo apreço. Fizemos este site, para ajudar a todos que como nós vivemos distantes de nossa terra. Quanto a festa de Puin, normalmente lemos o livro todo, distinguimos entre os presentes, uma porção da leitura. E claro quando falamos o no me de Naamã, usamos um reco reco para fazer barulho, damos ‘vaia’, úúúú e batemos os pés no chão……Rss uma espécie de brincadeira. a Meguilá é lida duas vezes em Purim: uma vez na noite de Purim e novamente na manhã do dia. É uma mitsvá ouvir toda a leitura da Meguilá em silêncio. Se for o site da: worldofjudaica, encontrará vários reco recos, ou também tem sites que ensinam a fazer de madeira…também…Beijo espero ter ajudado! Atenciosamente Joana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *